quarta-feira, 7 de maio de 2008

Não É Tundra, É Cana

Estou no interior de São Paulo.
E, juro, nunca vi tanto pé-de-cana na minha vida.
Do avião é uma imagem extremamente interessante.
Depois de ver as neves eternas do Círculo Polar Ártico me deparei hoje com um mar de cana-de-açúcar.
Não fossem os campos geometricamente cultivados e eu diria que a cana é quem manda no homem.
E não o contrário.

Um comentário:

Sérgio Utsch disse...

Guuuuta !!!
você com um marzão de cana e eu com um oceano de dúvidas. Tô na madruga à procura de coisas interessantes, como o "Migrante", que me mostrem que há caminhos... Ainda não sei o que estamos fazendo no caso Isabella. Tenho medo da proporção disso. Vc tá longe disso tudo. Mas há muitos - como eu - que te queriam próxima, bem próxima. Nessas horas, principalmente nelas, vale muito a pena pensar em companheiras como você, militantes do bom jornalismo. Obrigado por ter contribuído para a minha "rebeldia" !