domingo, 19 de outubro de 2008

Go, Obama, Go !

Colin Powell.
Ex-porém-eterno Secretário de Estado americano declarou hoje de manhã seu apoio a Barack Obama.
Demorô, hein, Colin ?
Logo você.
Uma das caras do Governo Clinton.
Mas, antes tarde do que nunca.
Foi no Meet the Press, programa pra lá de tradicional da NBC.
Durante os anos em que morei aqui desenvolvi o hábito de assistir sempre ao Meet the Press.
Primeiro profissionalmente.
Depois, como dizem meus amigos do interior, panhei gosto[rs].
O Meet the Press é obrigatório nas manhãs frias de domingo.
Hoje, por sinal, está 6oC em NY.
Vai subir.
Mas por enquanto é caneca de café na mão debaixo das cobertas
Voltando a Colin.
Uma figura política para lá de tarimbada.
Político até dizer chega.
Primeiro disse que Obama era uma figura de transformação.
Depois disse que tanto Obama quanto McCain eram qualificados para ser o comandante-chefe da Nação [grrrr].
Mas, segundo ele, o senador de Ilinois é mais bem preparado para administrar os problemas econômicos do país, assim como, vejam a retórica, ajudar a melhorar como os EUA são vistos no mundo.
Ah, tá, puxa vida, boas razões.
Powell também criticou aquilo que chamou de tom negativo da campanha de McCain, assim como a escolha de Sarah Palin para candidata à vice.
Powell disse não acreditar que Palin esteja preparada para assumir a presidência, caso isso um dia se torne necessário.
Olha, eu tenho uma certa simpatia [sabe lá Deus o porquê pelo Colin Powell] mas esse tom de Rainha da Inglaterra sucks.
Go Obama, Man !
And Go Out Loud !
Faltam apenas 16 dias para a eleição americana.

Um comentário:

leila disse...

Nao, o Colin Powell e' republicano e teve mais destaque como parte do primeiro governo W. Bush. Ele depois fez um mea culpa sobre a escalada para a guerra no Iraque.

O apoio dele a Obama foi excelente porque ele racionalizou muito bem os motivos pelo qual pessoas de bom senso tem que votar no candidato democrata. Ele tem a capacidade intelectual, de julgamento e disciplina, para ser o presidente numa epoca de crise grave, e seu vice-presidente tambem e' qualificado, ao contrario de Sarah Palin.