segunda-feira, 5 de novembro de 2007

A China E Os Mortos

Por Dayse Espíndola

A China também tem um Dia de Finados.
O que nao tem aqui, é feriado para isso.
O mundo dos vivos continua intacto e as responsabilidades, as mesmas.
Mas em abril, católicos chineses celebram o "Qing Ming", que é uma espécie de homenagem aos ancestrais.
Aí sim, os cemitérios lotam e os finados chineses são lembrados.
A verdade é que os vivos daqui têm verdadeiro pavor da morte.
E a idéia de um feriado nacional, o país todo parar, parece a eles esquisitíssima.
"Si" é morte em mandarim.
Mas também é 4.
E, no paraíso da superstição, tem prédio que não tem o quarto ou o décimo-quarto andar.
FangCen, uma amiga chinesa, ganhou 100 yuans (pouco mais de 25 reais) de crédito da operadora de celular porque lá no finalzinho do seu número, tem um quatro.
Mas o medo do fim vai além.
Eles, como nós, temem a passagem do tempo.
Não é de bom tom para os chineses dar de presente a alguém um relógio de parede.
Por mais chique que seja !
Para eles, é como se estivéssemos dizendo:
"Seu tempo está acabando".
Contagem regressiva para o final.
Bem, agora os leitores do Migrante já sabem o que não dar de presente a um chinês !
Sobre os cemitérios, vale dizer que aqui eles são lugares lindíssimos.
Muitos guardam também parte da história do país.
Os cemitérios da Dinastia Qing, que governou a China de 1644 a 1911, ficam próximos a Beijing (Pequim), e são verdadeiras atrações turísticas.
Para se ter uma idéia, ocupam uma área de 800km2.
Há 14 tumbas.
Mais de setenta imperadores, imperatrizes, concubinas, princesas, duques e príncipes foram sepultados ali.
No caminho para Jinhua, uma cidade próxima a Shanghai, vi vários túmulos onde famílias inteiras foram enterradas.
Agora como é o funeral, é uma outra história.
Que quero descobrir depois que responder a uma pergunta da Guta sobre as fraldas:
? Como a Johnson & Johnson vai conquistar o mercado chinês?
Um mistério por vez.

2 comentários:

Valmir Storti disse...

Fiquei com uma dúvida: relógio de parede não pode, mas relógio de pulso pode?

Dayse é cultura chinesa...

Ana Cláudia disse...

Daysinha... e as placas dos carros??? Também não terminam com 4??? Não têm 4???? Como são???

Beijocas!